Tipo:
Finalidade:
Cidade:
Código:  
Boa Tarde, hoje é dia 22 de Setembro de 2021 - Petrolina / PE
WhatsApp-(87) 98805-7669-oi - (87) 99630-8175 - tim
  Apartamento
  Casa
  Comercial
  Fazenda
  Lote
  Terreno
  Lançamentos
  Casa em Condomínio
  Em Construção
  Prontos para Morar
  Pré Lançamento
  Village
  Casa Duplex
 
 
  Apartamento
  Casa
  Comercial
  Terreno
 
VISÃO; MISSÃO E VALORES
Política de Privacidade e Segurança
Exercício da Cidadania
Quem Somos
Nossa Equipe
QRCODE_IMOBIKASA.COM
Mural das Dicas
Pré-cadastro de Cliente para comprar imóveis
Documentação Necessária para Financiamento de Imóveis
Pré-cadastro de Cliente para vender imóveis
SONHO DA CASA PRÓPRIA
Notícias
Links Úteis
Parceiros
 Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
1683 Repita ao lado:
redesp_facebook.pngredesp_google_plus.pngredesp_skype.pngredesp_youtube.pngredesp_linkedin.pngredesp_vimeo.pngredesp_instagram.png
Notícias
 

Residências também podem ser ambientalmente corretas.

21/12/2013 - Sustentabilidade

Por conta de dificuldades técnicas encontradas em adaptar certificações sustentáveis internacionais às construções brasileiras, principalmente às residenciais, o GBC Brasil (Green Building Council) - uma Ong que tem como objetivo estimular a adoção de práticas sustentáveis na construção está trabalhando na formulação de uma certificação nos moldes do mercado nacional.
Em sua fase inicial, oficializada na última semana, a organização lançará no final deste ano o Selo Referencial, que contemplará, exclusivamente, projetos sustentáveis voltados a construções residenciais, saindo do ambiente comercial. "Queremos atingir esse público que é também um dos mais interessados no tema", conta o gerente técnico da GBC, Marcos Casado.
Ele lembra que o trabalho conta com a participação de 200 profissionais voluntários, entre eles engenheiros e arquitetos, responsáveis pela avaliação de projetos que podem ser inscritos até 31 de outubro pelo site http://www.gbcbrasil.org.br.
Os projetos passarão por critérios de avaliação que exigirá, no mínimo, uma pontuação entre 40 e 49 pontos, além de cumprir requisitos obrigatórios (ver relação no site www.brasileconomico.com.br), que determinarão a categoria da obra e o selo a receber.
A necessidade de se trabalhar esse mercado se deu, segundo Casado, a partir da crescente demanda notada por empresas ligadas à construção civil e empresas membros da instituição. "Muitos proprietários nos procuravam para saber como construir uma casa sustentável, a preocupação com os materiais a serem utilizados e o que deveria ser observado. Nós levamos esses questionamentos em consideração para desenvolver as diretrizes." explica.
O trabalho é dividido em comitês técnicos temáticos e, além de suprir a demanda do setor, tem o objetivo de criar parâmetros nacionais de sustentabilidade para residências unifamiliares ou multifamiliares, de baixo, médio e grande porte, que buscam viabilidade econômica, redução do impacto ambiental e a conscientização de todos os envolvidos no setor.
Casado lembra que a base para criação desse novo referencial foi o LEED for Homes, desenvolvido pelo U.S. Green Building Council (USGBC) utilizado para certificar empreendimentos residenciais nos Estados Unidos. "O que nós fizemos foi incorporar a essa base o melhor de todos os sistemas de certificação existentes no mercado brasileiro e mundial", afirma.
Critérios de avaliação
Os empreendimentos serão avaliados dentro das categorias implantação; materiais e recursos; uso racional da água; qualidade ambiental interna; energia e atmosfera; requisitos sociais; inovação e projeto e créditos regionais. O gerente da GBC conta que nessa fase piloto serão selecionados cinco empreendimentos. "A ideia é inserir nessa fase projetos de baixo, médio e alto padrão sem restrições de metragem mínima ou máxima, preferencialmente nas cinco regiões do Brasil a fim de testar a aplicação do Referencial em todas as regiões", explica.
Contudo, Casado enfatiza que além dos pontos a serem atingidos, para participar, as residências precisam ter prazo de execução de, no mínimo, um ano e estar no fim da concepção do projeto ou início da obra. "Uma construção já em fase evoluída dificilmente conseguirá fazer alterações precisas para que se torne mais sustentável", argumenta.
A partir de 2013, data prevista para finalização do referencial, Casado adianta que o GBC Brasil também oferecerá cursos de capacitação para profissionais e pessoas interessadas em aprender como tornar uma habitação sustentável a partir das diretrizes apontadas pelo documento.




Fonte: Brasil Econômico

  • Olá, seja bem-vindo!

    15:40

  • Estamos disponíveis para mais informações

    15:40

  • Entre em contato via whatsapp

    15:40

icone-whatsapp 1
 
A Empresa | Pesquisa Completa | Vender Meu Imóvel | Notícias | Links Úteis | Parceiros | Fale Conosco
WhatsApp-(87) 98805-7669-oi - (87) 99630-8175 - tim
 
Temos o imóvel que está procurando, dentro do seu perfil e bom gosto em morar bem. Além de melhor localização, fácil acesso, ótima infraestrutura, área nobre da cidade, perto de tudo necessário a proporcionar segurança e melhoria na qualidade de vida da sua familia. Inclusive, de fazer ótimo e rentável investimento.
PORTAL IMOBIKASA
Petrolina - Pernambuco - Brasil
WhatsApp-(87) 98805-7669-oi - (87) 99630-8175-tim
Creci nº 8.595-PE  

Contato: domiciano@imobikasa.com                           www.imobikasa.com © 2013. Todos os Direitos Reservados.        
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias

Esse site utiliza cookies para garantir a melhor experiência e personalização de conteúdo. Ao continuar navegando, você concorda com nossa Política de Privacidade.